O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Rolim de Moura: Caixa vai liberar FGTS para atingidos por Enchentes

Publicado Afotorm - 18/03/2014

Pedido do prefeito Cesar Cassol foi atendido pela diretoria da instituição que deve enviar sua agência móvel para a cidade

Foto: Assessoria.

"Segundo o chefe do executivo rolimourense, a medida visa beneficiar famílias que perderam móveis e demais pertences durante as enchentes de janeiro, como compensação por seus prejuízos..."

Moradores de Rolim de Moura que tiveram prejuízos com a cheia do Rio Anta Atirada e demais igarapés este ano terão direito de sacar ainda este mês o saldo de seu FGTS. O benefício foi um pedido do prefeito Cesar Cassol aos diretores da Caixa Econômica Federal, que além de atender essa demanda, vão enviar para a cidade nos próximos dias, sua agência móvel.
Segundo o chefe do executivo rolimourense, a medida visa beneficiar famílias que perderam móveis e demais pertences durante as enchentes de janeiro, como compensação por seus prejuízos. Ele explica que o fundo é um direito de todos os trabalhadores brasileiros que têm carteira assinada, usado em casos específicos previstos em lei. Somente em momentos especiais há exceções.
"Justificamos que esse recurso vai fazer com que essas famílias possam se reerguer e melhorar sua qualidade de vida. O inverno amazônico foi muito rigoroso com Rondônia inteira no ano passado e especialmente esse ano, por isso vieram enchentes e infelizmente muita gente perdeu bens. É o mínimo que temos que fazer, tentar amenizar essa situação", argumentou o prefeito.
A prefeitura rolimourense já abasteceu o sistema da Caixa com as ruas específicas onde a enchente foi mais severa, prejudicando os moradores. Esses locais são: parte das ruas Manaus, Boa Vista, Porto Velho e Belo Horizonte (São Cristóvão); parte das ruas Porto Alegre, Carlos Alves de Freitas, Aracaju, Rio Madeira, Florianópolis, Fortaleza, Maceió e Macapá (Centro).
Também estão na lista: parte das ruas Porto Velho, Manaus e Macapá (Jardim Tropical); Natal, Belém e Terezina (Olímpico); Rio Branco, São Luiz e João Pessoa (Planalto), Vitória e Goiânia (São Cristóvão); Paraná, São Paulo, Belo Horizonte, Vitória e Paranavaí (Beira Rio); São Paulo, Paraná, Sete de Setembro, Poeta Augusto dos Anjos, Rolim de Moura e Espírito Santo (Boa Esperança); além das ruas Recife, São Luiz, Florianópolis e Curitiba (Centenário).
Os moradores de cada um desses locais deve procurar a agência móvel da Caixa com sua carteira de trabalho e comprovante de residência. Antes de receber o benefício, deve verificar se sua residência está dentro do lotes de números cadastrados pela prefeitura como área atingida pela cheia.

 

 





 

 



 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Rolim de Moura