O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Clima seco em Rondônia registra 135% de aumento dos focos de calor

Publicado Afotorm - 07/08/2014

Prevfogo registrou 300 focos de calor na primeira semana de agosto.
Ibama e Sedam realizam campanhas de conscientização aos produtores.

Foto: Assessoria.

"O clima mais seco deste ano é apontado como uma das causas do aumento de incêndios..."

O Sistema Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios (Prevfogo) registrou no primeiro semestre deste ano o aumento de 135% de focos de calor no estado de Rondônia comparado ao ano passado, mais de 300 focos só no mês de agosto e realizou 80 combates ao fogo na primeira semana do mês. O clima seco no estado aumentou o combate aos incêndios em áreas florestais.
Do começo do ano até 5 de agosto, foram registrados 1.767 focos no estado, 135% a mais do que em 2013, que registrou 750 focos de calor. O clima mais seco deste ano é apontado como uma das causas do aumento de incêndios. Em Porto Velho, mais de 400 focos foram registrados, 150 só nos primeiros dias de agosto. Com o aumento a Brigada do Prevfogo atendeu neste mês quase 80 combates ao fogo e a previsão é de que o trabalho seja intensificado.

Segundo o coordenador do Prevfogo, Roberto Abreu, os focos de calor podem ou não ser um foco de queimada ou incêndio florestal. "Os satélites identificam um ponto luminoso, que depois de verificado no local pode ser uma lâmina aquecida pelo calor", explicou Roberto.
O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) iniciaram campanhas de conscientização para os produtores rurais no âmbito das florestas federais e terras indígenas, e envio de equipe de fiscalização em campo. Segundo o Ibama, as queimadas criminosas podem provocar a prisão dos responsáveis por crime ambiental.




 

 

 




 

 

 

 

 

Fonte: g1.globo.com/ro