O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Rolim de Moura: Câmara busca apoio político para cessar demissões do JBS

Publicado Afotorm - 22/07/2015


Foto: Assessoria

rolim-de-moura

O Presidente da Câmara Municipal de Rolim de Moura, João Rossi Júnior "Juninho", assim que tomou conhecimento das demissões dos colaboradores do JBS em Rolim de Moura, de imediato buscou o apoio político no intuito de cessar as demissões, haja vista, que será mais de 400 famílias desempregadas, o que não é nada bom pra o município, principalmente no momento em que se encontra, com essa crise instalada e a diminuição de empregos.
Os primeiro contatos foram mantidos com a Deputada Federal Marinha Raupp e o Senador da República Valdir Raupp de Matos, que de imediato sensibilizaram com a situação e, juntamente com o Governador do Estado, entraram em contato com os diretores da empresa JBS, para certificarem da situação, bem como, realizar uma agenda positiva que possa achar um caminho que não seja as demissões anunciadas.
Nessa segunda feira no período noturno, haverá uma rodada de negociações com a presença da Deputada Marinha Raupp, o Senador Valdir Raupp, o Secretário de Estado da Fazenda Wagner Garcia de Freitas, o Secretário de Estado da Agricultura Evandro Cesar Padovani e o Presidente da Divisão de Carne do Grupo JBS Renato Costa, para que se possam discutir o assunto e chegar a um consenso que não seja a demissão desses colaboradores.
O Senador Valdir Raupp em seu discurso no Senado Federal no último final de semana solicitou dos diretores do JBS que revejam as demissões, bem como, explicações para essa toma de decisões. Para o Vereador Juninho, presidente da Câmara é inadmissível uma tomada de decisão desta unilateralmente e, que vem prejudicar um grande número de famílias e uma situação desastrosa par o município. "Não podemos ficar de braços cruzados com uma demissão em massa dessa forma e o fechamento da indústria no município, e não são apenas os colaboradores, por traz de tudo isso tem um grande número de pecuaristas e outras pessoas que indiretamente sobrevivem em função do JBS. A interferência política é de nossa responsabilidade, e vamos fazer fazê-la incondicionalmente, enquanto que os sindicados que representam a classe também devem e estão fazendo sua parte juntamente com os trabalhadores, inclusive já conseguiram judicialmente uma liminar que suspende essas demissões, as quais serão discutidas em uma audiência junto a Justiça do Trabalho na próxima quarta feira, que acreditamos será favorável a essas mais de 400 famílias que estão preocupadas nesse momento". Disse o Presidente da Câmara.

 

Fonte:Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Rolim de Moura