O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Henrique Prata pela primeira vez em Rolim de Moura

Acima de tudo o AMOR

Publicado Afotorm - 27/07/2015


Foto: Carlos Neves/afotorm

rolim-de-moura

Henrique Prata - Acima de tudo o amor.

O diretor Geral do hospital de Barretos foi recebido em Rolim de Moura por grande numero da população e representantes de entidades da sociedade desta cidade e municípios vizinhos. O evento foi neste sábado dia 25/07/2015 no clube da AABB.
Henrique Prata em sua palestra conta a historia de vida de sua família e trajetória de luta, amor e dedicação a esta instituição sem fins lucrativos.
E acompanhou no local o lançamento do 5º leilão Direito de Viver, que será realizado dia 27 de setembro no parque de exposição de Rolim de Moura - RO.
O hospital sobrevive com a doação diversos artistas da música popular brasileira, atores, apresentadores de TV, agropecuaristas e instituições da iniciativa privada, vários projetos foram criados para poder ajudar o Hospital de Câncer de Barretos; Ex. shows, leilões, jantares, eventos. São iniciativas e projetos para buscar sanar o déficit mensal do hospital que atualmente beira os 5,4 milhões. Após Henrique Duarte Prata assumir a diretoria executiva e financeira do hospital 1989, foi criado em 1993 o Departamento de Captação de Recursos e Desenvolvimento. Em 2010, foi inaugurado o novo prédio da Captação de Recursos e Desenvolvimento para que o espaço pudesse atender todos aqueles que estiverem interessados em ajudar a Hospital de Câncer de Barretos das mais diversas formas.

O Hospital de Câncer de Barretos conta com mais de 300 coordenadores espalhados por diversas cidades e estado, para tratar dos interesses da instituição. São pessoas extremamente dedicadas e solidárias que se sacrificam buscando recursos para manter os bons serviços e as portas do hospital sempre abertas.
Na palestra Henrique diz que no começo não fazia parte do projeto criado pelo seu pai. Mas por um pedido de um religioso amigo da família, decidiu ajudar seu pai nesta caminhada, que não foi fácil já que a família estava quase em falência por tantas contas do hospital.
"Todo filho tem dever de ajudar o pai, mas continuar o sonho do pai, que não visava dinheiro nem lucro? Somente solidariedade as pessoas mais pobres". Disse Prata e continua. "Meu pai medico dedicados as pessoas pobres, que não tinham nem como comprar sua medicação. Durante a vida toda nunca cobrou um consulta. Seu pai se sentia revoltado, por pobres ter um tratamento inferior, as outras pessoas que tem dinheiro".
Henrique Prata fazendeiro, decidiu ajudar o pai a sanar as contas do hospital e encerrar as atividades mesmo que com isso acabaria com o maior sonho de seu pai. Dar amor, carinho, dedicação a doentes de câncer. Só que não percebia que Deus estava o tempo todo lhe ajudando a continuar o sonho do medico e pai.
Tinha já decidido e comunicou a seu pai que iria acabar com o hospital e parar com prejuízo que estava causando a finanças da família.
Mas em uma conversa com um medico colaborador especialista em pulmão disse "Henrique se você arrumar 15mil dólares por mês, farei as cirurgias de combate ao câncer aqui em Barretos e você salvará da morte em torno de 60 pessoas todo mês. Ele foi dormir pensando naquelas palavras e se cobrando. "Mas ninguém me falou que eu poderia salvar uma vida, pensava que só podia salvar as vidas das pessoas apenas os médicos". Com isso, quando se levantou no outro dia estava com uma sensação de amor no coração tão grande que poucas vezes tinha sentido, foi direto para casa do seu pai comunicar que continuaria com o seu projeto e ampliaria o hospital e construiria um Centro de Tratamento de Câncer e salvar milhares de vidas.
Henrique diretor Geral do hospital de Barretos, homem que dedica sua vida a ajudar o hospital, o amor tomou conta de seu coração ele fala o tempo todo, só sou o que sou, por ter meu maior aliado DEUS.

O coordenador Dorli Shimer foi o grande idealizador em trazer Henrique Prata a cidade de Rolim de Moura, para que a população conhece-se de perto a historia desse grande homem.
Henrique Prata falou também da construção do Hospital de Câncer da Amazônia, que está em fase de construção em Porto Velho Rondônia. "O projeto de construção do Hospital de Câncer da Amazônia nasceu da idéia de ampliar o serviço que a filial de Barretos já oferece à população rondoniense.
Anísio Mendes, gerente de captação apresentou resultados das arrecadações em Rondônia. "No ano de 2014 Rondônia doou mais de R$ 11 milhões, resultados dos leilões aqui realizados. Na região da Zona da Mata, o valor foi cerca de R$ 3 Milhões e meio, Rondônia tem um coração gigante". Disse Anísio.
O diretor Henrique conta com grande aliado seu filho, Henrique Morais acompanha o pai nas palestras e informou uma maneira interessante de contribuir com o Hospital de Câncer. "As renúncias fiscais possibilitam que pessoas físicas e jurídicas possam destinar percentuais de seu imposto de renda a programas de saúde aprovados pelo Ministério da Saúde, como o Pronon - Programa Nacional à Atenção. Além dele, outros projetos como o Fumcad (Fundo Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente) e o Fundo do Idoso também beneficiam nossas ações. Esses recursos de renúncia fiscal proporcionam independência financeira ao Hospital de Câncer de Barretos, além do livre arbítrio de poder buscar a mais alta tecnologia na medicina para oferecer a todos os pacientes - atendidos gratuitamente na instituição através do Sistema Único de Saúde (SUS) .
A população Rolimourense entregou um cheque no valor de R$ 10 mil reais doados ao Hospital de Câncer de Barretos, os alimentos arrecadados na palestra foram destinados a Pastoral do Menor São Daniel Comboni.

 

por Luzia Domingues - Afotorm