O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Rolim de Moura: Sindicatos participam de Sessão na Câmara e Presidente diz que diálogo e transparência são necessários

Publicado Afotorm - 25/03/2015

O representante do SINTERO e doSINSEPOL, Sindicatos do Professores e dos Policiais Civis respectivamente, para falarem da paralização de 72 horas, realizada recentemente.

Foto: Assessoria

rolim-de-moura

"nós temos sim haver com essa situação, pois essa classe trabalhadora votaram em nós vereadores, votaram no executivo municipal, e aqui é a base de tudo, portando nos sentimos na obrigação de defender ou no mínimo estar ao lado desses trabalhadores", disse o Presidente do Legislativo

Na última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Rolim de Moura, o Presidente da casa, Vereador João Rossi Júnior disponibilizou espaço para que o representante do SINTERO e doSINSEPOL, Sindicatos do Professores e dos Policiais Civis respectivamente, para falarem da paralização de 72 horas, realizada recentemente.
Na oportunidade João Rossi Júnior "Juninho", solidarizou com os representantes, conclamando a todos para o diálogo, bem como, a transparência por parte dos governantes para que se chegue a uma solução negociada, entendendo que a classe tem razão em função de acordos realizados e não cumpridos, o que tem dificultado as novas negociações. Juninho foi além ao colocar o poder legislativo a disposição dos sindicatos de classe "nós temos sim haver com essa situação, pois essa classe trabalhadora votaram em nós vereadores, votaram no executivo municipal, e aqui é a base de tudo, portando nos sentimos na obrigação de defender ou no mínimo estar ao lado desses trabalhadores", disse o Presidente do Legislativo em seu pronunciamento, ao mesmo tempo em que se lembrou do Vereador Rodnei, hoje na Superintendência de Esportes do Governo do Estado, que também é professor, e quando no exercício do mandato de vereador, sempre defendeu os professores e a classe trabalhadora.
Durante seu discurso Juninho defendeu ainda e anunciou a retirada do Processo de nº 24/2015 que trata da devolução de pouco mais de 79 mil reais com referência a prestação de contas do Fitha 2014, haja vista ter realizado uma reunião com o núcleo de engenharia da Prefeitura Municipal, juntamente com o secretariado sobre convênios, e o convênio em questão faz necessária uma tomada de conta especial e uma sindicância para apurar de forma isenta o que aconteceu, pois ficou claro que foi aplicado de forma politiqueira. "doa a quem doer, tem que ser apurado e responsabilizado, seja o prefeito atual, ou quem estava no exercício durante a aplicação do convênio, pois seria galeria na 188 e turbo Armco na linha 204, mas foi invertido por força política no período eleitoral. Por isso será retirado e solicitado um processo administrativo para apurar as responsabilidades", disse Juninho, acrescentando que foi solicitado pelo DER a devolução total dos valores referente tanto a galeria, quanto ao tubo Armco que foram trocados de local.
Juninho aproveitou para cobrar do Prefeito Cesar Cassol, que abra o processo administrativo e tome as providências, pois se isso não acontecer, quem será responsabilizado será ele. "Há de se entender que não somos aqui aliados de prefeito A,ou de vice prefeito, seja lá o que for, somos aliados e devemos defender é o povo, temos que defende o direito da coletividade. Se seria melhor galeria numa linha ou tubo armco em outra, isso é questão de planejamento que tanto temos defendido aqui". Disse o Presidente João Rossi Júnior, acrescentando ainda outras situações que devem ser verificadas e fiscalizadas.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Rolim de Moura