O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Rolim de Moura: Caos instalado no município, Educação uma das primeiras a sentir os efeitos

Publicado Afotorm - 15/09/2015


Foto: Assessoria

rolim-de-moura

O Caos está inalado no município de Rolim de Moura, seja ele financeiro ou até mesmo administrativo, pois setores prioritários da administração vêm sofrendo dia a dia com a falta de recursos e com a falta de uma política voltada aos setores essenciais da administração pública, dentre elas a saúde e educação que passam por momentos difíceis sem que se vislumbre uma solução em curto prazo.
Isso ficou evidenciada durante uma reunião com Diretores e várias outras pessoas ligadas ao setor, realizada na última sexta feira, dia 11 de setembro, no gabinete da Presidência do Legislativo, antes do início da sessão ordinária e, que contou com a presença dos vereadores que já se encontravam na casa, além do Prefeito Municipal e da Secretária Municipal de Educação.
Os reclames dos diretores de escola vão desde a qualidade da merenda escolar, a falta de materiais escolares, de limpeza, o transporte escolar e, até papel para a confecção das provas. Segundo alguns diretores há crianças saindo de suas casas por volta de cinco horas da manhã e só retornando após as treze ou quatorze horas, uma situação injusta. Outra questão abordada e a retirada do 9º ano das escolas polo e trazendo para a cidade, o inverso daquilo que se prega e do que se quer que seja a permanência do homem do campo em seu meio, pois com a vinda desses adolescentes para a cidade, muitos dos chefes de famílias acompanharão, saindo da área rural para a área urbana.
Trabalhadores da educação reclamaram ainda da maneira que são atendidas na Secretaria Municipal de Educação, haja vista, que vão a busca de uma solução no local onde vem procurá-la mas na maioria das vezes tem como respostas que "se virem", "deem seus jeitos" "comprem fiado". A diretora da Escola Polo José Veríssimo informou que dessa forma já comprou fiado aproximadamente 12 mil reais, e que a previsão que tem é que deverá entrar na escola apenas esses 12 mil, e o restante do ano como vão fazer, já que até alguns setores do comércio já se negam a atender, como foi dito pela própria secretária.
Já o Prefeito Municipal deixou claro que está preocupado apenas com seu próprio umbigo, haja vista, que disse textualmente que está preocupado em pagar as apropriações indébitas nesse mês, procurando salvar sua própria pele, pois o Sindicato que representa os servidores já encaminhou documentos à Câmara, que resultou na instalação de uma CPI, bem como, ao Ministério Público, esquecendo os compromissos com o setor educacional, haja vista, que até o pagamento dos servidores estão comprometidos, como deixou claro em seu pronunciamento. Vale ressaltar que a Diretora Financeira da Secretaria de Educação também foi enfática, ao declarar que está com dificuldades até para montar a folha de pagamento da categoria referente ao mês de Setembro.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Rolim de Moura