O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Rolim de Moura: Vereadores agradecem vinda da usina de asfalto, mas pedem estudo de impacto ambiental

Publicado Afotorm - 15/09/2015


Foto: Assessoria

rolim-de-moura

Na última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Rolim de Moura, dia 11 de setembro, sexta feira, os vereadores presentes à sessão foram unânimes ao agradecer ao Governador de Rondônia Confucio Moura, bem como, a luta e apoio do Senador da República Valdir Raupp de Matos e a Deputada Federal Mainha Raupp, pela vinda da Usina de Asfalto para o município de Rolim de Moura, para atender demandas de toda região da Zona da Mata.
Em discursos proferidos do Plenário do Legislativo, os vereadores entenderam a importância da instalação dessa usina no município de Rolim de Moura, apesar da preocupação com a situação do município, pois não sabem se terá condições necessárias pra o fornecimento de insumos para que a cidade seja beneficiada com pavimentação como vem sendo levado para a população. "É muito importante à vinda da usina de asfalto para o município, mas devido aos reclames da população, especialmente àquelas que ficarão próximas ao local onde a prior será instalada, acreditamos na sensibilidade do Sr. Governador e do executivo municipal para que façam um estudo quanto ao impacto ambiental e de vizinhança para que essas pessoas não sejam prejudicadas", disse o vereador Sérgio Sequessabe, com apartes dos Vereadores Mani rocha e Márcio Mateus e Rivanildo Riva, acrescentando que tem conhecimento de que essa indústria tem todos os cuidados ambientais, quanto a ruídos e poluição, mas como toda máquina, tem um tempo de garantias, é bom que se tenha um estudo quanto aos impactos, salientou, pois conforme aparte do Vereador Diego Tassi, há uma escola a pouco mais de 100 metros do local.
Várias alternativas foram apresentadas pelos Senhores Vereadores, dentre elas que fosse instalada onde funcionava o lixão, pois além de diminuir os riscos ambientais para a população, o terreno é de propriedade do município, o qual pode ceder gratuitamente trazendo economia para o Governo do Estado, haja vista, que segundo informações, no terreno onde está programa a instalação deverá custar aproximadamente 40 mil reais mensais em aluguel.
"Acreditamos ser apenas uma questão de diálogo, ninguém quer que a usina vá para outro município, o que queremos são garantias que não afetará a população e, ao mesmo tempo uma questão de economia, pois além do antigo lixão, o município possui ainda uma área de terras na Linha 200, onde a usina poderia ser instalada", disse o Presidente da Câmara, Vereador João Rossi Júnior "Juninho".

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Rolim de Moura