O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O Café em Rondônia

Publicado Afotorm - 06/07/2017


Foto: Assessoria

rolim-de-moura

Projeto de Café do Sebrae em Rondônia

O Sebrae em Rondônia, com seu projeto CAC (Cafeicultura de Rondônia), tem por objetivo estabelecer e fortalecer a colaboração estratégica. Assim, firmou parceria com o governo do estado por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Estado de Rondônia (Suder) para o desenvolvimento da cafeicultura com foco em qualidade, produtividade e gestão da atividade cafeeira.

As atividades do projeto, em 2016, levaram à realização de 861 horas de consultoria. Dessas, 575 horas foram dedicadas à gestão da atividade cafeeira para atendimento a 300 produtores de café dos municípios de Cacoal, São Miguel do Guaporé, Alto Alegre dos Parecis, Nova Brasilândia D'Oeste, Alta Floresta D'Oeste, Alvorada D'Oeste e Ministro Andreazza. As 286 horas de consultorias restantes foram utilizadas para a verificação da conformidade do processo de produção de 48 produtores rurais que cultivam café no município de Cacoal.

Por meio do convênio 120/PGE/2016, o Sebrae e a Suder organizaram uma caravana composta de produtores rurais e representantes do Comitê Gestor do projeto para participação no evento Semana Internacional do Café, ocorrido em Belo Horizonte (MG) no período de 21 a 23 de setembro de 2016.

Para promover a marca do café de Rondônia foi produzida a revista Cafés de Rondônia: sabor e qualidade que vêm da Amazônia, uma edição especial para distribuição na Semana Internacional do Café de 2016. A revista permitiu a divulgação das informações de forma assíncrona, estendendo, ainda, para depois do evento. Houve uma tiragem de 1.500 exemplares.

O projeto tem uma estratégia de atuação para realização de capacitações que têm como objetivo disseminar conhecimento atualizado sobre temas importantes da cafeicultura, propiciando o fortalecimento da assistência técnica dos municípios e produtores que participam do projeto. Em junho deste ano, os 300 produtores começaram a receber o serviço de consultoria técnica especializada em Manejo da Cultura do Café e Gestão da Atividade Cafeeira. Essa iniciativa ocorrerá mensalmente nas propriedades rurais durante os anos de 2017, 2018 e 2019, contribuindo significativamente para a transformação do público-alvo, elevando assim a qualidade, a produtividade e a gestão dos empreendimentos rurais de forma sustentável.

Em Rondônia, historicamente, o café veio atrelado à identidade cultural dos pioneiros que trouxeram a prática do cultivo e a vontade de trabalhar nos projetos de colonização. O café de Rondônia é resultante de vários componentes que englobam gestão, tecnologia, tratos culturais e, acima de tudo, a dedicação necessária ao seu aprimoramento.

 

 

Fonte: Sebrae-Rondônia