O contedo desta pgina requer uma verso mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Naufrágio de 400 anos na costa de Portugal, a descoberta da década!

Publicado Afotorm - 28/09/2018

 “não sabemos o nome do navio. Mas é um navio português do final do século 16 ou início do século 17" 

Foto: Assessoria

rolim-de-moura

Naufrágio de 400 anos em surpreendente bom estado.

As redes sociais, e jornais internacionais, estamparam em manchetes a descoberta de um naufrágio de 400 anos na costa de Portugal. Especialistas dizem que é a "descoberta da década". A BBC.com informa que "especiarias, cerâmicas e canhões encontram-se perto dos destroços, em Cascais. A equipe acredita que o navio voltava da Índia, no auge do comércio de Portugal com a Ásia, quando afundou. Época prevista: entre 1575 e 1625." O melhor: "o navio está numa profundidade de 12 metros, e bem preservado."

A carga até agora descoberta
Ainda é cedo pra dizer, mas até o momento "especiarias (grãos de pimenta), cerâmicas e canhões gravados com o brasão de armas de Portugal foram encontrados. Porcelana chinesa do final do século 16 e início do 17 também estava entre os destroços, assim como pedaços de artilharia de bronze e conchas de cowry – moeda usada no tráfico de escravos." Jorge Freire, diretor do projeto, disse à Reuters…

Do ponto de vista do patrimônio, é a descoberta da década, a descoberta mais importante de todos os tempos.

Rio Tejo, a adjacências, grande concentração de naufrágios da Europa.
Foi drenando o Tejo que a prefeitura o descobriu. "A Câmara Municipal de Cascais disse que o navio foi encontrado no início de setembro, enquanto drenava a foz do rio." Quantos ainda serão achados? Muito da história de Portugal, e da nossa história, ainda será descoberta em navios que hoje repousam na calha, e boca do rio, afinal, foi de lá que partiram, e para onde voltavam, os nautas lusos em seu fantástico périplo marítimo.

Para The Guardian "a descoberta vai lançar luz sobre o comércio de Portugal e o lugar de Cascais dentro dele. Jorge Freire, arqueólogo marítimo declarou:

Encontramos o navio no dia 4 de setembro, usando uma pesquisa geofísica e mergulhadores, e passamos quatro dias trabalhando no local

O tipo de navio encontrado
Jorge Freire diz ao Guardian que "não sabemos o nome do navio. Mas é um navio português do final do século 16 ou início do século 17 . A equipe foi capaz de colocar uma data porque o canhão tinha o brasão português. E a porcelana pertencia ao período Wanli (1573-1619)." O jornal providenciou uma gravura dos navios da época.

rolim-de-moura

Fragmentos de cerâmica do naufrágio de 400 anos

rolim-de-moura

Navio português ou espanhol do século XVI por Pieter Bruegel. Foto: Alamy

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Fonte: www.theguardian.com